Lembra do caso Eloá? Veja como está Nayara Silva hoje em dia

Em 2008, o Brasil parou durante cinco dias para acompanhar um caso que até hoje causa revolta sempre que é relembrado. Trata-se do Caso Eloá, a garota foi vítima de um sequestro em Santo André, região da grande ABC, e o responsável pelo crime, o ex-namorado, Lindermberg Fernandes.

Na ocasião, além de Eloá, a amiga dela, Nayara Rodrigues da Silva, também foi feita de refém. Em 2018, a Justiça de São Paulo condenou o Estado a pagar uma indenização no valor de 150 mil reais a garota. A decisão aconteceu cerca de 10 anos após o crime.

A mãe de Eloá Pimentel, Ana Cristina Pimentel, tentou entrar com o mesmo recurso de Nayara, na Justiça, mas o pedido foi negado pelos juízes. Acontece que eles entendem que o Estado não teve responsabilidade pela morte de Eloá.

Lindemberg Alves, vale dizer, atualmente encontra-se preso na penitenciária de Tremembé, interior de São Paulo. Em entrevista para o programa Repórter Record Investigação, a mãe de Eloá relatou os momentos de horror e tristeza enfrentado na época em que a filha estava sendo feita de refém em sua própria casa.

“Todos os dias eu acordo achando que era um pesadelo e que vou encontrar a minha filha no quarto ao lado”, falou Ana Cristina.

COMO ESTÁ NAYARA?

Bem, Nayara Rodrigues, por sua vez, após o ocorrido desapareceu, e ninguém mais consegue localizá-la. A última vez que ela foi vista publicamente foi durante o julgamento de Lindermberg Alves. Nem mesmo a mãe de Eloá tem contato com a jovem.

“A Nayara nunca veio na minha casa e nunca me ligou. Nunca mais a vi. Só nos encontramos nos dias dos depoimentos e julgamento, mas foi muito rápido”, contou Ana Cristina.

Comentário do usuário