Filhas de Palmirinha não desgrudam as mãos durante velório: "Mais fortes juntas"
08/05/2023

PUBLICIDADE

As três filhas de Palmirinha aparecem juntas para se despedir da cozinheira nesta segunda-feira (08). No velório da famosa, as três herdeiras diretas surgiram abraçadas e se consolaram, mostrando a força da família.

Durante o velório da culinarista e apresentadora, Sandra, Tânia e Nancy Onofre, as três filhas que Palmirinha teve, foram fotografadas enquanto caminhavam juntas pelo local. Muito abaladas, elas se ampararam e estavam de mãos dadas o tempo inteiro.

Em entrada ao vivo no Mais Você, as irmãs falaram sobre a perda da mãe. "Elas são mais fortes juntas", disse o repórter Mateus Luz ao conversar com as três. "Hoje nós estamos em paz.

PUBLICIDADE

Porque ela sofreu muito nesses últimos dias, ela teve muitas dores. Nós estávamos pedindo que Deus a levasse e ela ficasse em paz", disse uma delas.

Ele também questionou sobre Palmirinha ter decidido ir morar sozinha aos 90 anos. "Ela sempre foi muito independente", explicou uma das filhas. "A gente deixava, a gente permitia com todos os cuidados possíveis".

FILHA SE EMOCIONA AO FALAR SOBRE MORTE NO ENCONTRO

Nesta segunda-feira (8), o repórter Mateus Luz, do Encontro, esteve presente na cerimônia de despedida da eterna Palmirinha, que faleceu no último domingo (7). No cemitério do Morumbi, em São Paulo, ele conversou com a filha da apresentadora.

PUBLICIDADE

Abalada, Sandra Onofre comoveu a todos ao falar sobre a trajetória da mãe. 

"Obrigada pela homenagem de vocês, ela era muito sua fã também, viu?", iniciou ela para a jornalista Patrícia Poeta. Em seguida, ela falou sobre o legado deixado pela mãe, afirmando que Palmirinha sempre incentivou os filhos a nunca "pisar" em ninguém: "Ela quem me ensinou a ter humildade. Essa palavra pra ela fazia parte do cotidiano dela", destacou Sandra.

Depois, após Patrícia Poeta comentar que Palmirinha foi uma mulher guerreira e que começou na TV com 63 anos, Sandra contou o quanto a mãe lutou para viver: "Ela viveu plenamente e não acreditava que um dia pudesse acontecer isso. Ela estava lutando muito e pedia todos os dias 'Sandra, é hoje que a gente vai sair do hospital?'", relatou. 

PUBLICIDADE

AD
Flash news