Bolsonaro é ridicularizado em programa de TV nos EUA após gafe

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido)  na TV americana após confundir de nome de John Kerry com o ator e humorista  durante entrevista na Itália esta semana.

A confusão rendeu uma série de piadas do apresentador Stephen Colbert, do programa ““, na CBS, que usou títulos de filmes de Carrey para criticar a política ambiental dos países na  (conferencia climática da ONU que acontece Glasglow, na Escócia).

“Ele comentou com jornalistas sobre a importante reunião que teve com Jim Carrey. Muitas pessoas acham que ele quis dizer o enviado especial dos Estados Unidos para questões climáticas, John Kerry, mas eu acho que ele quis dizer Jim Carrey”, disse, em tom de deboche, Stephen Colbert.

O apresentador fez ainda uma série de trocadilhos com os nomes dos filmes em que o comediante atuou, ao mesmo tempo em que aproveitou para criticar o compromisso com a política ambiental dos países.

“Vários países prometeram reduzir suas emissões de carbono, mas eu digo ‘O Mentiroso’, para acreditar nisso você precisa ser ‘Debi e Loide’. Nem o ‘Todo Poderoso’ vai nos ajudar se nós não salvarmos a Terra do ‘Brilho Eterno”, disse o apresentador.

Discurso de Bolsonaro na ONU

No final de setembro, Bolsonaro já havia sido  “The Tonight Show”, do apresentador Jimmy Fallon, pelo discurso de abertura da Assembleia-Geral da ONU, em Nova York.

Na ocasião Fallon disse: “O primeiro líder a falar e tratar da pandemia foi ninguém menos que o presidente não vacinado do Brasil, Jair Bolsonaro. É como participar de uma conferência de perda de peso e ouvir: por favor, deem as boas-vindas ao nosso primeiro palestrante, o coronel Sanders”, citando o fundador da rede de fast-food KFC.

Comentário do usuário