Thiago, afastado de Bruno Gagliasso há 3 anos, expõe briga com o irmão e detona: “Pessoa nojenta”

Bruno Gagliasso e Thiago Gagliasso não se falam há cerca de três anos por discordâncias políticas

Há cerca de três anos, Bruno Gagliasso e o irmão mais novo, Thiago Gagliasso, se desentenderam e acabaram cortando relações por discordâncias políticas. O caçula Thiago conta que, mesmo com as desavenças entre os dois, ele sente muita falta do primogênito.

Já sobre Giovanna Ewbank, esposa do familiar, Thiago relata que não sente o mesmo, principalmente por eles nunca terem sido muito chegados.

"Da Giovanna não sinto falta, nunca fomos amigos. Ela sempre foi fechada, uma pessoa um pouco mais difícil. Ela é mulher do meu irmão, amanhã pode não ser mais a mulher dele, pode ser só a mãe do(s) filho(s) dele e eu respeito, mas eu sempre vou ser irmão de sangue", relatou o irmão de Bruno Gagliasso ao podcast 4talk cast.

Para quem não acompanhou, a briga entre os dois se deu em meados de 2018, e desde então, as coisas nunca mais foram como antes. Em meio às discórdias, Thiago Gagliasso alega que, caso o primogênito queira, pode conviver com o seu filho Gabriel, de 5 anos.

"Ele deve estar puto e decepcionado comigo, deve me achar uma pessoa nojenta. Eles levam muito para o lado pessoal. Nunca proibi meu filho de ter contato com Bruno, para conviver com os filhos (dele). Mas eu não acredito que ao contrário ele faria", externou o entrevistado.

TENTATIVA DE RECONCILIAÇÃO

Na época do desentendimento com Bruno Gagliasso, Thiago disse que até o presidente ao qual ele é apoiador, Jair Bolsonaro, tentou realizar uma reconciliação entre eles, porém, não obteve o sucesso desejado.

Comentário do usuário