Após dar entrada as PRESSAS em hospital: Chega TRISTE notícia sobre LULA; Foi Confirmado

Após dar entrada as PRESSAS em hospital: Chega TRISTE notícia sobre LULA; Foi Confirmado. Como já havíamos noticiado anteriormente sobre a vitória do petista Luiz Inácio Lula da Silva (PT), onde acabou sendo o então escolhido pela maioria dos eleitores brasileiros para comandar o cargo de Presidente da República.

Como foi anunciado na noite do último domingo, 30 de outubro. No segundo turno, Lula chegou a conseguir mais de 60 milhões de votos, e com isso, retornará ao Palácio do Planalto pela terceira vez desde que iniciou sua carreira política, já no dia 1° de janeiro de 2023.

Até o fim deste ano de 2022, deve haver a transição de um governo para o outro onde terá a passada da faixa de presidente.

Nos últimos dias uma notícia onde acabou chocando muitos petistas, pois havia o nome de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), após o futuro presidente do Brasil, que deu entrada ao hospital Sírio-Libanês.

Após isso, a notícia se espalhou rapidamente nas redes sociais, e deixando muitos preocupados com o petista, que venceu o segundo turno no domingo deste mês (02/11) contra o ainda atual presidente da república Jair Messias Bolsonaro (PL).

Além de deixarem todos seus eleitores preocupados, muitos eleitores de seu rival também se demonstrou preocupado com Lula.

O motivo acabou vindo a tona, Lula veio a ser internado para uma possível retirada da lesão em suas cordas vocais.

Segundo o cirurgião de pescoço e cabeça do Hospital Sírio-Libanês, Luiz Paulo Kowalski, contou ao portal Estadão, que o exame feito durante a cirurgia, foi para analisar se já havia sido removida a lesão, e ainda indicou a ausência de neoplasia (tumor maligno), a peça cirurgia chegou a ser enviada para realizar o exame patológico detalhado, onde teria o resultado apenas cerca de 24 a 48 horas depois.

Após isso, o médico cirurgião deu uma triste notícia envolvendo o presidente que será eleito dia 1 de janeiro de 2023.

Veja abaixo a fala dita pelo médico onde acabou noticiando algo que chocou a todos:

“É muito raro o exame definitivo mostrar algo diferente em um caso como esse. O patologista que fez a análise no momento da cirurgia é muito experiente e não ficou com dúvidas (sobre a presença de células cancerígenas). Eu diria que a chance de malignidade é quase zero”, explicou o médico ao Estadão.

Veja no vídeo abaixo:

Comentário do usuário